home

Mobilização pela valorização das artes no currículo escolar chega ao CNE

Entidades sociais e especialistas em arte-educação lançam o Movimento Arte na Escola e estão mobilizados para garantir a obrigatoriedade do ensino de artes na atual Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio proposta pelo Ministério da Educação (MEC).

A BNCC é um documento que pauta a elaboração dos currículos das escolas brasileiras. A atual base em discussão para o ensino médio (antigo colegial) não determina a obrigatoriedade das artes; pelo contrário, a transformou em componente curricular (disciplina) optativo.

A BNCC do ensino médio ainda não foi homologada, portanto ainda é possível revertê-la!

Considerando que hoje menos de 6% dos 557 mil professores atuantes em aulas de artes na educação básica brasileira têm formação específica na área, a tendência é que o componente curricular seja cada vez mais esvaziado de suas qualidades fundamentais.

O Movimento Arte na Escola propõe:

  • obrigatoriedade do ensino de artes no ensino médio e que o tema seja estruturado na BNCC como área de conhecimento;
  • inclusão da dança dentro do componente curricular artes (e não em educação física, como sugere a proposta do MEC);
  • ensino de artes conduzido por professores especialistas;
  • reconhecimento do audiovisual e da fotografia como componentes curriculares dentro da temática das artes.
WhatsApp Image 2018-08-03 at 11.29.25
Cláudio Anjos, diretor-executivo da Fundação Iochpe

“As artes permeiam de forma interdisciplinar todas as dez competências gerais que norteiam a BNCC, não só do ensino médio mas de toda a educação básica. Por meio do ensino de arte o aluno constrói repertório expressivo e autônomo que o motiva a propor transformações em sua trajetória e também no seu entorno. Países desenvolvidos já perceberam isso e estão colocando a arte no centro de suas políticas educacionais, enquanto no Brasil andamos na contramão”, afirma Cláudio Anjos, diretor-executivo da Fundação Iochpe, mantenedora do Instituto Arte na Escola (IAE).

Nossa voz

O Movimento Arte na Escola congrega as vozes dos 39 polos do Instituto Arte na Escola localizados em universidades de todo país e das seguintes associações: Federação dos Arte-Educadores do Brasil (Faeb), Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas (Abrace), Associação Brasileira de Educação Musical (Abem), Associação Nacional de Pesquisadores em Dança (Anda), Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil (RPCFB). Todas essas vozes estão construindo um texto propositivo que representa uma alternativa para a proposta de BNCC atual. O Movimento é articulado pelo Instituto Arte na Escola a convite do Conselho Nacional de Educação, que receberá as proposições do movimento num seminário em Brasília nos dias 22 e 23 de agosto de 2018.

Além disso, o movimento está buscando apoio de artistas em geral, professores e todos que entendem que o ensino de artes deve ser valorizado na educação básica brasileira. Faça parte desse movimento.

Movimento_Arte_na_Escola - INSTAGRAM
Nos mande foto ou vídeo com nossa #hashtag# para bncc@artenaescola.org.br e multiplique o assunto nas redes sociais. Nos siga também em www.facebook.com/instituto.artenaescola/www.instagram.com/iartenaescola/